O que é pagamento recorrente e ideias para aderir

Pagamento recorrente é aquele realizado no caso de serviço contínuo, no qual existe “assinatura” ou mensalidades pagas.

Assim, enquanto o serviço continua a ser prestado, o cliente deverá continuar realizando pagamentos.

É por contrato que é determinada o quanto tempo essa relação irá durar, tendo período mínimo para existir. Caso o serviço seja cancelado antes do final do período pelo cliente, ele deverá pagar uma multa por rescisão de contrato.

pagamento-recorrente
Pagamento Recorrente

Mas o que é pagamento recorrente?

Caracteriza-se como tal todo aquele pagamento que ocorre em períodos pré-determinados para o uso de um serviço ou entrega de um produto, tudo de forma automática e recorrente.

Pode ser semanal, mensal, trimestral, anual e em casos a parte, até diária.

Netflix, por exemplo é um caso de pagamento recorrente, comprovando-se ser uma das formas mais sustentáveis para se crescer o negócio.

No entanto, é importante perceber a diferença

Parcelamento não é a mesma coisa que pagamento recorrente. O parcelamento ocorre quando o pagamento de uma única taxa é dividido em várias vezes, significando que mesmo que o serviço já tenha sido entregue, o cliente deverá continuar pagando. Enquanto o recorrente, para ocorrer o pagamento o serviço deverá ser entregue. Caso não seja entregue, o cliente pode recorrer ao Serviço de Proteção ao Consumidor. Semelhante, por exemplo, ao modelo de assinatura.

Por que utilizar pagamento recorrente?

1. Menor barreira para a entregada de novos clientes

A flexibilidade de entrada possibilitada pelo pagamento recorrente facilitada a entrada para novos clientes.

Os assinantes pagam a medida que utilizam o serviço, e não por adquirirem um produto, assim, normalmente é possibilitado um preço mais baixo um curto ou médio prazo. Além das facilidades apresentadas por permitir o pagamento mensal, trimestral, semestral ou anual. Bem como favorece a fidelização de clientes.

2. Menor risco de inadimplência

Como o valor é automaticamente descontado do cliente, seja cartão de crédito ou débito em conta, possui maiores chances dos pagamentos serem realizados em dia, além de proporcionar um menor risco de inadimplência.

3. Previsibilidade financeira

A cobrança recorrente garante à empresa o saber do quanto irá receber em um determinado período, assim, ficando mais fácil desenvolver o planejamento financeiro e compreender o momento certo de agir.

Que tipo de mercado pode adotar o pagamento recorrente?

Este método é reconhecidamente vantajoso, no entanto, é necessário saber quem pode trabalhar com ele.

Para isso, é preciso compreender como o mercado funciona, e que tipo de adesão terão as assinaturas. É necessário também fazer uma análise de quantos clientes possui e quantos deles precisam do serviço contínuo.

Um estudo de mercado para analisar a viabilidade do seu negócio bem como a análise do seu próprio empreendimento para verificar a possibilidade de implantar este modelo no seu negócio, através da pesquisa de qual é o número de usuários ativos na sua plataforma e quantos, de fato, interagem com sua marca.

É importante perceber também os índices de cancelamento existentes, que é a métrica de quantas pessoas estão cancelando sua assinatura. Caso o número for alto, é importante ter atenção e estudar qual o motivo dos clientes estarem saindo.

Por que a satisfação do cliente tem um peso tão grande?

A grande questão é que, além de não ser “apenas” a venda de um serviço recorrente, o cliente enxerga o serviço contratado como uma solução – ou seja, ele realmente precisa pensar que necessita daquilo e estar satisfeito com o serviço sempre para que continue pagamento. Desta maneira, para um serviço de pagamento recorrente, a excelência precisa ser prezada.

Isso significa que, assim como em empresas que vendem serviços tradicionais, a retenção do cliente é tão ou mais importante que a aquisição de novos.

Esse fato torna obrigatória a preocupação constante com a satisfação do cliente, o que implica não só em atendimento, mas principalmente em utilidade crescente do serviço.

Fidelizar o cliente é chave para a sobrevivência e crescimento

A aquisição de clientes para um negócio recorrente é um processo tão custoso que normalmente leva-se meses para que esse valor volte e, em alguns casos, anos para que esse cliente específico passe a dar lucro. Neste sentido, simplesmente adquirir novos clientes não funciona para o lucro em serviços recorrentes – fidelização até que este cliente devolva o valor investido e passe a dar lucro, é a chave.

Você pensa em oferecer o tipo pagamento recorrente aos seus clientes?

Por isso, se sua empresa não consegue manter o cliente fidelizado por um tempo mínimo, não adianta combater esse problema trazendo novos clientes.

Dada essa importância, empresas com esse modelo costumam investir bastante em seus departamentos de sucesso do cliente (Customer Success) – processos e pessoas cujas missões são garantir que os clientes se beneficiem ao máximo do serviço.

Além disso, eles também são responsáveis por trazer demandas e ideias de clientes para o aprimoramento do negócio.

Leave a Reply